ATENÇÃO:

As imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.

J Cunha Terraplanagem, rua Álvaro Augusto n°04 // Real CalçadosCrediário próprio e facilitado!

J Cunha Terraplanagem, rua Álvaro Augusto n°04 // Real CalçadosCrediário próprio e facilitado!

terça-feira, 10 de julho de 2012

Barrocas: Homem foi encontrado morto em avançado estado de decomposição.



João Anízio da Mota Oliveira, 42 anos, foi encontrado morto, por volta das 11 horas desta segunda-feira, na casa onde morava na comunidade de Lagoa Redonda, zona rural de Barrocas.
O corpo estava em avançado estado de decomposição, familiares nos disseram que ele deveria está morto há alguns dias e não foi encontrado antes porque havia comunicado que iria para Salvador onde participaria da missa de 7 dia do seu pai.
“Ele me avisou que iria para Salvador, e falou também às pessoas próximas dele, por isso nós não sentimos sua falta” disse o primo Batista do Frigorífico. Ainda segundo a família, o popular Tererê morava só no local onde foi encontrado.
A descoberta do corpo ocorreu porque o proprietário do sítio onde ele morava, foi ao local no domingo para buscar uma ferramenta e percebeu que a porta estava trancada por dentro, um forte odor também chamou a atenção do proprietário que tratou de comunicar aos familiares.

Depois de contato com familiares que residem em Salvador, descobriu-se que ele não estava por lá, Herivaldo Mota, irmão da João Anízio, arrobou a porta dos fundos e viu o corpo do irmão em avançado estado de decomposição.
Tererê era paciente do CAPS (Centro de Atenção Psico Social) e tomava remédios controlados; pessoas que estavam no local disseram que ele pode ter morrido por excesso de medicamentos; “um dia desses ele me falou; Tio quando o sono não me pega eu tome logo 4 comprimidos” nos contou um tio.
A Polícia Militar e o DPT (Departamento de Polícia Técnica) estiverem no local.